quinta-feira, abril 17, 2008

O que pensar?

Saí de tua casa às 9e30, claramente em atraso e ainda bastante ensonado. Abri o portão com o comand(inh)o que me emprestaste. 

Uma transeunte atravessa-se, espero e deixo-a passar. Tinha ar de louca, mesmo! Mentalmente desequilibrada e tendo em conta a proximidade do hospital, não é de estranhar.

Não tirou os olhos de mim, alienados é verdade, mas fixos em mim e sorriu! 

Huummmm, uma louca fez-me olhinhos. 

Será que olhou para mim e achou que a diferença que nos separava não era assim tanta? Ou apensou que também eu era tantã? Ou não eram olhinhos mas o seu jeito de agradecer? Devo sentir-me bem ou não? Orgulhoso ou com vergonha? 

Estranho sinto-me de certeza. 

quinta-feira, abril 10, 2008

Pensa rápido!

Há uns tempos escrevi um post sobre como gostava de cafés (vide hic) e hoje aconteceu um episódio que me fez lembrar do que escrevi.

Atrasado e cheio de fome, lembrei-me de ir tomar café a uma pastelaria à qual costumo ir perto do escritório. "Bom dia, é um pastel de nata, queimadinho, e uma bica" e fiquei ao balcão para não dar ar que me estava a marimbar para as horas a que entro.

O empregado, um dos quais ainda não consegui descortinar o nome, perguntava se estava tudo bem comigo... Pergunta de circunstância à qual respondi "Sim, graças a Deus!" (será?)

Existencialismos à parte, perguntou-me " E para quando uma visita ao almoço?"

"Eh lá - pensei - pensa! Lembra-te de qualquer treta porque senão o fizeres rapidamente vai ficar um silêncio bastante desconfortável.... Ahh e sê seguro no que vais dizer".

"Epá, é complicado, eu costumo almoçar em casa dos meus pais!" - esta pega bem!

"Faz bem, faz bem, assim é sempre melhor, é mais confortável!"

"E mais económico... eh eh" - Mau, descarrilaste. Agora o homem vai pensar que não vais lá porque é caro e ainda vai dizer que lá se come baratinho e ficas sem desculpas...

"Pois é! É tudo melhor!"

"Ok, obrigadinho e um bom dia"

quarta-feira, abril 09, 2008

Pérola do Mar da Singapura

Wendy Cheng ou Xiaxue (o seu pseudónimo que em mandarim significa Nevar ), é a personagem que vos apresento hoje. Ao que parece, é uma super video blogger da Singapura e é da sua autoria o "Xiaxue's Guide to Life". Após ter consultado a Wikipedia, descobri que a menina tem à sua volta um manto de controvérsia. Começou como colunista num tabloide, trabalhou com a Maxim e foi convidada para trabalhar com a Strait Times, uma equipa de super bloggers Singapurianos ( ? ) da qual foi despedida por ser considerada pouco profissional e por não cumprir a sua obrigação de estar disponivel online uma hora por dia para um video chat.

Mais burra que uma porta, esta menina decidiu fazer uma review ao iPhone da Apple. Deu-se mal porque entregaram-lhe um iPhone chinês, uma imitação... Ela só percebeu quando lhe contaram, mesmo no final da sua critica. Enganos e brincadeiras à parte, lá meteu as patinhas num iPhone verdadeiro.

Eis a pérola:



Destaco a incapacidade da moça de sequer desbloquear o telefone porque não encontra a caneta (shhhhhh, o iPhone não usa caneta....shhhhh) e quando a informam disso e que deve usar a ponta dos dedos, a princesa responde que tem as unhas muito compridas e por isso não tem pontas dos dedos. BURRA!!!

Esta rainha da tecnologia e portadora da maior sapiência em termos tecnológicos conclui a análise criticando os fabricantes por não pensarem nas mulheres na utilização dos seus produtos....apenas e só porque ela tem as unhas do tamanho inversamente proporcional ao do seu cérebro.

São 5 minutos de gaffes e ignorância mas valem a pena!